Tratamentos Faciais

MICRODERMOABRASÃO – PEELING FÍSICO (CRISTAL/DIAMANTE) COM VIT C

Microdermoabrasão

Descrição: utiliza-se de um equipamento próprio para este fim para promover uma microesfoliação da pele com a finalidade de remover células mortas que ficam na camada mais superficial da pele e assim estimular produção de colágeno (principal proteína para dar forma, estrutura e sustentação à derme).

Indicação: rejuvenescimento da face, colo, pescoço, braços e mãos, tratamento de manchas e de melanoses, tratamento de rugas finas, diminuição dos poros abertos, melhoria o aspecto das estrias. Pode ser utilizado em qualquer fototipo.

Duração: duração 45 minutos, sendo o total de procedimentos de 30 minutos.

 

LIMPEZA DE PELE

Com Peeling Físico + Alta Frequência + Vit C

Limpeza de Pele por alta frequência

Agentes internos, exposição a agentes externos (poluição), uso de maquiagem e outros fatores podem prejudicar a saúde da pele, deixando os poros obstruídos e gerando oleosidade, acne e outras inflamações além de envelhecimento precoce. Além de cuidar da pele diariamente, ela precisa de uma higiene mais elaborada com profissionais específicos. O principais benefícios são: prevenção de comedos e acnes, ação antisséptica e anti-inflamatória, efeito cicatrizante e relaxante, renovação e desintoxicação celular, melhora o tônus e a elasticidade quando associado a alta frequência, estimula a circulação facilitando a permeação de ativos existentes nos cosméticos.

Indicação: para quem quer manter a pele limpa e saudável, preparação para receber ativos, tratamento de patologias como acne, melasma e outros.

 

LIMPEZA DE PELE OLEOSA

limpeza de pele oleosa em belo horizonte Bella Donna

Descrição: Agentes internos, exposição a agentes externos (poluição), uso de maquiagem e outros fatores podem prejudicar a saúde da pele, deixando os poros obstruídos e gerando oleosidade, acne e outras inflamações além de envelhecimento precoce. Além de cuidar da pele diariamente, ela precisa de uma higiene mais elaborada com profissionais específicos. Os principais benefícios são: prevenção de comedos e acnes, ação antiss

éptica e antinflamatória, efeito cicatrizante e relaxante, renovação e desintoxicação celular, melhora o tônus e a elasticidade quando associado a alta frequência, estimula a circulação facilitando a permeação de ativos existentes nos cosméticos.
Mesmo com todos esses cuidados pode surgir a acne que acomete o folículo pilosebáceo através da P.acnes. Outros fatores que influenciam na formação da acne são: hiperatividade da glândula sebácea, hiperqueratinização, liberação de mediadores inflamatórios. Essa limpeza mais específica para acne atuará nestes eventos.

Indicação: para quem quer manter a pele limpa e saudável, preparação para receber ativos, tratamento de patologias como acne, melasma e outros.

Duração: duração 90 minutos.

 

TRATAMENTO PARA FLACIDEZ: COM DERMOCOSMÉTICOS E LED

Tratamentos de beleza em Belo Horizonte para Flacidez

O envelhecimento da pele é uma ação natural do tempo. Associada a rugas e linhas de expressão, é um dos problemas que mais acomete a nossa pele. As fibras de sustentação da pele, o colágeno e a elastina, são danificadas pela ação de agentes externos (radiação solar, poluição, alimentação inadequada, tabagismo, sedentarismo) e internos (fator genético, hormonal, stress, alteração de peso) levando a perda do tônus, perda da gordura e reabsorção óssea facial. Deixa a pele com aparência menos firme e mais envelhecida. Surge a partir dos 35 anos e acomete todos os tipos de pele. O ideal é iniciar o tratamento preventivamente a partir dos 25 anos, período em que começa a perda do colágeno. Existem dois tipos de flacidez, a muscular e a dérmica. Uma das formas de se preveni-la é beber muito liquido e fazer uma alimentação saudável, com ingestão de proteínas. O tratamento consiste em dermocosméticos, peelings químicos e físicos, intradermoterapia e radiofrequência ou criofrequência.

Indicação: perda do tônus cutâneo, perda do contorno facial, flacidez, envelhecimento.

Duração: 1ª sessão 90 minutos (= 1hora e 30 inutos), sessões subsequentes de 30 minutos.

 

TRATAMENTO PARA FLACIDEZ DERMOCOSMÉTICOS COM RADIOFREQUÊNCIA OU CRIOFREQUÊNCIA

 

O envelhecimento da pele é uma ação natural do tempo. Associada a rugas e linhas de expressão, é um dos problemas que mais acomete a nossa pele. As fibras de sustentação da pele, colágeno e a elastina, são danificadas pela ação de agentes externos (radiação solar, poluição, alimentação inadequada, tabagismo, sedentarismo) e internos (fator genético, hormonal, stress, alteração de peso) levando a perda do tônus, perda da gordura e reabsorção óssea facial. Deixa a pele com aparência menos firme e mais envelhecida. Surge a partir dos 35 anos e acomete todos os tipos de pele. O ideal é iniciar o tratamento preventivamente a partir dos 25 anos, período em que começa a perda do colágeno. Existem dois tipos de flacidez, a muscular e a dérmica. Uma das formas de se preveni-la é beber muito liquido e fazer uma alimentação saudável, com ingestão de proteínas. O tratamento consiste em dermocosméticos, peelings químicos e físicos, intradermoterapia e radiofrequência ou criofrequência.

Indicação: perda do tônus cutâneo, perda do contorno facial, flacidez, envelhecimento

 

TRATAMENTO ANTI-RUGAS

DERMOCOSMÉTICOS E LED

 

As rugas são linhas e depressões que se formam na pele com o envelhecimento. São dobras que ocorrem ao longo dos anos pela movimentação e força da musculatura chamadas de expressão facial. Essas dobras, quando associadas aos efeitos solares, podem se tornar definitivas, profundas e até mesmo apresentarem alterações na qualidade da pele. Elas aparecem principalmente em áreas mais expostas ao sol, como rosto, pescoço, mãos e braços. O aparecimento das rugas se inicia pelo aparecimento das marcas do envelhecimento cronológico nas áreas de maior expressão facial. Além do aparecimento das rugas, com o processo do envelhecimento pode haver algumas alterações de cor da pele da face, pequenos tumores benignos como por exemplo as chamadas queratoses (marcas marrons a pretas com superfície rugosa), melanoses (manchas marrons), nevos (pintas pretas), aumento do número de vasos sanguíneos e até mesmo leucodermias (manchas brancas pequenas arredondadas).
Existem diversas classificações de rugas, a mais conhecida é de um autor chamado Glogau. Ele divide na realidade, não somente as rugas, como o processo de envelhecimento, em uma escala:
Tipo 1: sem rugas
Tipo 2: rugas dinâmicas, que se forma com a expressão facial
Tipo 3: rugas de repouso
Tipo 4: quando há rugas em toda face, independente da expressão facial.
As rugas aparecem como um processo natural do envelhecimento chamado intrínseco e também tem sua evolução influenciada pelos fatores chamados extrínsecos. Não há como evitarmos a expressão dos nossos sentimentos através da mímica facial. O movimento constante e repetitivo da musculatura do rosto leva a formação das rugas naturalmente. Porém, alguns fatores externos podem acelerar o aparecimento das mesmas e elas não aparecem normalmente sozinhas, mas com as lesões de pele já descritas.Com o passar do tempo, algumas delas se transformam nas chamadas ceratoses solares que são lesões pré-malignas e que finalmente acabam se transformando em malignas ou até mesmo, o aparecimento das malignas, sem necessariamente surgirem de uma ceratose actínica. O sol e os demais fatores vão causando com o tempo rupturas nas fibras mais profundas da pele, especialmente do colágeno. Com o processo do envelhecimento ainda se soma o fato de que diminuímos a formação do colágeno. Além disso, há alterações vasculares com aumento de capilares visíveis. As rugas são inevitáveis, e o maior fator de risco para seu aparecimento é o envelhecimento. No entanto, alguns hábitos podem fazer com que elas apareçam mais cedo:
– tabagismo: cada cigarro diminui a oxigenação da pele por 90 minutos. Imagine quem fuma mais do que um por dia. A pele fica grossa e amarelada por causa da nicotina, sem viço e opaca. Além de todos os problemas que causa à saúde, o cigarro também provoca distúrbios no metabolismo e acelera a perda de colágeno, células responsáveis por dar sustentação e elasticidade à pele, favorecendo a flacidez. O ato de fumar provoca rugas ao redor dos lábios e ao redor dos olhos, já que o fumante fecha os olhos parcialmente para proteger os olhos da fumaça.
– exposição à poluição: os gases nocivos encontrados no ar poluído formam uma película de toxinas que acaba sendo absorvida pela pele, aumentando as reações de oxidação e formação de radicais livres super agressivos. A oxidação é um processo natural que acontece no organismo, mas que envelhece as células. O excesso de poluição oxida as células tanto da pele como do organismo todo. Por isso, para evitar essa reação, é importante proteger a pele diariamente, aplicando protetor solar, hidratante e fazendo a higienização para eliminar as impurezas.
– beber pouca água: um dos primeiros sinais da falta de água (desidratação) se dá na pele e nas mucosas. Entre as células, temos o líquido intersticial que ajuda na sustentação da pele, entre outras funções. A falta de ingestão de água deixa a pele flácida e sem viço. Há perda do turgor que demora a voltar ao seu estado natural, quando sofre uma distorção. Por exemplo, quando beliscamos a pele, ela logo deve voltar ao seu estado normal ao soltarmos. Se isso demora para acontecer, é sinal de que está desidratada e flácida. Além de deixar a pele hidratada e firme, beber água também favorece a excreção de toxinas. O recomendado é consumir pelo menos dois litros de água por dia.
– excesso de exposição solar: o excesso de exposição e principalmente a falta de proteção solar é a principal causadora do envelhecimento e de câncer de pele. A radiação solar é responsável por 80% do envelhecimento da pele exposta, principalmente mais brancas que sofrem este processo precocemente. A radiação solar é um potente oxidante celular, penetra na pele e provoca alterações diretamente no DNA das células e, indiretamente, provoca reações químicas que alteram o DNA e as fibras colágenas e elásticas. Apesar de o nosso organismo ter mecanismos de defesa e ação antioxidante, nem sempre isso é o suficiente para evitar essas reações. O resultado é o que chamamos de fotoenvelhecimento. Aparecem então, manchas, sardas, flacidez, pele áspera, aumento das rugas e, em alguns casos, câncer de pele. O FPS, para o dia a dia, nunca deve ser menor que 30 para rosto, colo, pescoço e mãos (regiões da pele mais sensível) e 15 para o restante do corpo.
– consumo de açúcares e gordura: em excesso, o açúcar é responsável por outro processo de envelhecimento celular chamado “glicação”. O açúcar se liga às proteínas da pele como o colágeno provocando a rigidez destas proteínas. Assim, ela perde a função de elasticidade, deixando a pele flácida e com rugas. Já a gordura em excesso fica acumulada no tecido subcutâneo de forma irregular, provocando gordura localizada e celulite.
– sedentarismo: a prática de atividades físicas traz muitos benefícios para o corpo e para a pele. Melhora a circulação sanguínea e o metabolismo do organismo (evitando o processo de glicação), combate o estresse e melhora a qualidade do sono. Além disso, combate a flacidez, a celulite e a gordura localizada.
– dispensar o hidratante: é necessário ter cuidados para proteger a pele das agressões externas como o vento, o frio, a poluição e os raios solares. Um rosto bem hidratado apresenta uma boa elasticidade. Uma pele desidratada costuma apresentar mais flacidez e rugas. Com o envelhecimento, as glândulas sebáceas diminuem em número e tamanho, deixando a pele mais ressecada. O ressecamento superficial causa alergias e coceira, diminui a elasticidade e agrava as rugas. Portanto, além de beber líquidos, a pele terá benefícios extras se for hidratada com cremes e loções.

Indicação: envelhecimento, rugosidades, prevenção de rugas, peles secas.

 

TRATAMENTO ANTI-RUGAS –  DERMOCOSMÉTICOS COM STRIAT

Tratamento anti rugas em BH

As rugas são linhas e depressões que se formam na pele com o envelhecimento. São dobras que ocorrem ao longo dos anos pela movimentação e força da musculatura e são chamadas de expressão facial. Essas dobras, quando associadas aos efeitos solares, podem se tornar definitivas, profundas e até mesmo apresentarem alterações na qualidade da pele. Elas aparecem principalmente em áreas mais expostas ao sol, como rosto, pescoço, mãos e braços. O aparecimento das rugas se inicia pelo aparecimento das marcas do envelhecimento cronológico nas áreas de maior expressão facial. Além do aparecimento das rugas, com o processo do envelhecimento pode haver algumas alterações de cor da pele da face, pequenos tumores benignos como por exemplo as chamadas queratoses (marcas marrons a pretas com superfície rugosa), melanoses (manchas marrons), nevos (pintas pretas), aumento do número de vasos sanguíneos e até mesmo leucodermias (manchas brancas pequenas arredondadas).
Existem diversas classificações de rugas, a mais conhecida é de um autor chamado Glogau. Ele divide na realidade, não somente as rugas, como o processo de envelhecimento, em uma escala:
Tipo 1: sem rugas
Tipo 2: rugas dinâmicas, que se forma com a expressão facial
Tipo 3: rugas de repouso
Tipo 4: quando há rugas em toda face, independente da expressão facial.
As rugas aparecem como um processo natural do envelhecimento chamado intrínseco e também tem sua evolução influenciada pelos fatores chamados extrínsecos. Não há como evitarmos a expressão dos nossos sentimentos através da mímica facial. O movimento constante e repetitivo da musculatura do rosto leva a formação das rugas naturalmente. Porém, alguns fatores externos podem acelerar o aparecimento das mesmas e elas não aparecem normalmente sozinhas, mas com as lesões de pele já descritas.
Com o passar do tempo, algumas delas se transformam nas chamadas ceratoses solares que são lesões pré-malignas e que finalmente acabam se transformando em malignas, ou até mesmo, o aparecimento das malignas, sem necessariamente surgirem de uma ceratose actínica.
O sol e os demais fatores vão causando com o tempo rupturas nas fibras mais profundas da pele, especialmente do colágeno. Com o processo do envelhecimento ainda se soma o fato de que diminuímos a formação do colágeno. Além disso, há alterações vasculares com aumento de capilares visíveis.
As rugas são inevitáveis, e o maior fator de risco para seu aparecimento é o envelhecimento. No entanto, alguns hábitos podem fazer com que elas apareçam mais cedo:
– tabagismo: cada cigarro diminui a oxigenação da pele por 90 minutos. Imagine quem fuma mais do que um por dia. A pele fica grossa e amarelada por causa da nicotina, sem viço e opaca. Além de todos os problemas que causa à saúde, o cigarro também provoca distúrbios no metabolismo e acelera a perda de colágeno, células responsáveis por dar sustentação e elasticidade à pele, favorecendo a flacidez. O ato de fumar provoca rugas ao redor dos lábios e ao redor dos olhos, já que o fumante fecha os olhos parcialmente para proteger os olhos da fumaça.
– exposição à poluição: os gases nocivos encontrados no ar poluído formam uma película de toxinas que acaba sendo absorvida pela pele, aumentando as reações de oxidação e formação de radicais livres super agressivos. A oxidação é um processo natural que acontece no organismo, mas que envelhece as células. O excesso de poluição oxida as células tanto da pele como do organismo todo. Por isso, para evitar essa reação, é importante proteger a pele diariamente, aplicando protetor solar, hidratante e fazendo a higienização para eliminar as impurezas.
– beber pouca água: um dos primeiros sinais da falta de água (desidratação) se dá na pele e nas mucosas. Entre as células, temos o líquido intersticial que ajuda na sustentação da pele, entre outras funções. A falta de ingestão de água deixa a pele flácida e sem viço. Há perda do turgor que demora a voltar ao seu estado natural, quando sofre uma distorção. Por exemplo, quando beliscamos a pele, ela logo deve voltar ao seu estado normal ao soltarmos. Se isso demora para acontecer, é sinal de que está desidratada e flácida. Além de deixar a pele hidratada e firme, beber água também favorece a excreção de toxinas. O recomendado é consumir pelo menos dois litros de água por dia.
– excesso de exposição solar: o excesso de exposição e principalmente a falta de proteção solar é a principal causadora do envelhecimento e de câncer de pele. A radiação solar é responsável por 80% do envelhecimento da pele exposta, principalmente mais brancas que sofrem este processo precocemente. A radiação solar é um potente oxidante celular, penetra na pele e provoca alterações diretamente no DNA das células e, indiretamente, provoca reações químicas que alteram o DNA e as fibras colágenas e elásticas. Apesar de o nosso organismo ter mecanismos de defesa e ação antioxidante, nem sempre isso é o suficiente para evitar essas reações. O resultado é o que chamamos de fotoenvelhecimento. Aparecem então, manchas, sardas, flacidez, pele áspera, aumento das rugas e, em alguns casos, câncer de pele. O FPS, para o dia a dia, nunca deve ser menor que 30 para rosto, colo, pescoço e mãos (regiões da pele mais sensível) e 15 para o restante do corpo.
– consumo de açúcares e gordura: em excesso, o açúcar é responsável por outro processo de envelhecimento celular chamado “glicação”. O açúcar se liga às proteínas da pele como o colágeno provocando a rigidez destas proteínas. Assim, ela perde a função de elasticidade, deixando a pele flácida e com rugas. Já a gordura em excesso fica acumulada no tecido subcutâneo de forma irregular, provocando gordura localizada e celulite.
– sedentarismo: a prática de atividades físicas traz muitos benefícios para o corpo e para a pele. Melhora a circulação sanguínea e o metabolismo do organismo (evitando o processo de glicação), combate o estresse e melhora a qualidade do sono. Além disso, combate a flacidez, a celulite e a gordura localizada.
– dispensar o hidratante: é necessário ter cuidados para proteger a pele das agressões externas como o vento, o frio, a poluição e os raios solares. Um rosto bem hidratado apresenta uma boa elasticidade. Uma pele desidratada costuma apresentar mais flacidez e rugas. Com o envelhecimento, as glândulas sebáceas diminuem em número e tamanho, deixando a pele mais ressecada. O ressecamento superficial causa alergias e coceira, diminui a elasticidade e agrava as rugas. Portanto, além de beber líquidos, a pele terá benefícios extras se for hidratada com cremes e loções.

Indicação: rugosidade, envelhecimento, tratamento de rugas, prevenção de rugas.

 

CLAREAMENTO DE MANCHAS – DERMOCOSMÉTICOS E LED

Omelasma é um tipo de mancha amarronzada que surge em áreas expostas ao sol, principalmente na face. As manchas faciais são derivadas de alterações da quantidade de melanina na pele facial. Os melanócitos, células cutâneas responsáveis pela produção de melanina, substância que dá cor à pele, trabalham exageradamente sob estímulos diversos, produzindo melanina em excesso e levando ao escurecimento localizado.
Esse pigmento em excesso pode se localizar:
– na epiderme (camada mais superficial da pele) – melasma epidérmico.
– na derme (camada mais profunda) – melasma dérmico.
– em ambas – melasma misto.
Essa classificação quanto à profundidade auxilia o médico quanto ao tratamento, pois quanto mais profundo mais difícil de resove-lo.
Existem padrões específicos quanto à localização:
– centrofacial: testa, bochechas, nariz, lábio superior e queixo.
– mandibular: ao redor das mandíbulas.
Áreas como pescoço, colo e braços também podem ser acometidas.
Quanto à cor podendo ser classificadas de duas formas:
– hipercrômicos: manchas mais escuras que a cor da pele.
– hipocrômicos: as manchas mais claras.
Homens também podem apresentar melasma, porém é bem menos comum. Ocorre com mais frequência em mulheres, especialmente nas de pele mais morena.
A causa exata do melasma não é conhecida mas há muitos fatores que podem aumentar o risco de se desenvolve-lo. Uma das causas mais frequentes é a exposição solar sem o devido uso de protetor. Outros fatores são gravidez, alterações hormonais (pílula, DIU hormonal, TRH, patologias da tireoide) e marcas de acne.
Apesar de não trazer consequências ao organismo, o melasma pode trazer consequências devastadoras sob o ponto de vista emocional e psicológico.
É possível clarear o melasma em quase todos os casos, mas é preciso proteção solar adequada (os portadores de melasma escurecem suas manchas com um mínimo de sol ou calor). Daí a importância do uso de chapéus ou outros tipos de proteção. Se possível eliminar as causas como o uso de hormônios.
As substâncias usadas no tratamento agem inibindo etapas de reações químicas para a produção de melanina dentro do melanócito como a hidroquinona, ácido retinóico e ácido azelaico dificultando a formação de novo pigmento. Esse tratamento chamado peeling pode ser realizado com o médico ou em casa, geralmente associados a microdermoabrasão (peeling físico – cristal ou diamante), LIP e laser.

Indicação: manchas de pele

Limpeza de Pele com Aplicação de Máscara de Ouro em BH

MÁSCARAS FACIAIS DIVERSAS COM MICRODERMOABRASÃO:

Com o passar dos anos a pele perde suas propriedades de regeneração. Com a pele mal cuidada a chance de aparecimento de rugas precoces e manchas é maior. A hidratação é um tratamento profundo capaz de devolver a umidade, elasticidade e luminosidade da pele, mantendo seu equilíbrio hídrico e seu pH.

Máscara de Ouro Bella Donna: as nanopartículas de ouro possuem ação comprovada no estímulo à produção de colágeno (pró-colágeno). Associado ao Cálcio e ao IGF, nutre a pele intensivamente.
• Anti-idade, extra-vitalidade, preenchimento e firmeza, redesenho do contorno facial.
• Reduz rugas, melhora a elasticidade e a hidratação.
• Ajuda a repor o nível de cálcio combatendo a dermoporose. Da mesma forma que há perda de cálcio nos ossos, perdemos cálcio na pele, levando à falta de sustentação e ao envelhecimento.
• Melhora a oxigenação e a coesão celular.
• Efeito lipolifting (evita a perda da gordura l que dá o contorno facial).
• Reposição de vitaminas e minerais, além de propriedade antioxidante.
Indicação: pele mais madura (acima dos 30 anos), sem viço, com poros dilatados e oleosidade excessiva.

Máscara de Safira Adcos: as partículas de safira, associada a Ectoína, molécula da sobrevivência que protege o DNA celular da mitocôndria, ativando a energia da pele, Confere alta luminosidade e radiância para a pele. Contém ácido hialurônico que promove máxima nutrição, deixando a pele macia e suave.
• Iluminação e hidratação celular.
• Oxigenação da pele levando a um aspecto saudável.
• Ação detox.

Máscara de Diamante Adcos: promove ação anti-idade e antiglicante, estimulando a produção de colágeno e devolvendo a maciez e suavidade à pele. As nanopartículas de diamante, associada a peptídeos, estimula a produção das sirtuínas, proteínas responsáveis pela longevidade celular. É um tratamento intensivo e impactante à pele.
• Restauração dos sinais da juventude.
• Reduz linhas e rugas de expressão.
• Estimula o rejuvenescimento.
• Ajuda a corrigir irregularidades da pele
• Melhora a longevidade celular.
• Revitaliza, hidrata e suaviza a pele.

Máscara de Argila: usada desde a antiguidade, contém altas concentrações de oligoelementos funcionando como um tratamento de choque. São minerais como o titânio, cobre, magnésio, potássio, manganês, alumínio, sódio, cálcio, lítio e ferro, além do silício.

Indicação: prevenção contra rugas e manchas.

 

DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL FACIAL PÓS-OPERATÓRIA

DRenagem Linfática Manual

Os efeitos de uma cirurgia no rosto bem executada propiciam uma aparência rejuvenescida que pode corresponder de cinco a 10 anos a menos na fisionomia. Apesar de algumas pessoas acreditarem que a recuperação de uma cirurgia é mais complicada do que uma operação no corpo, isso não é uma realidade absoluta. É importante lembrar que qualquer cirurgia é uma agressão, independente do local, e cada pessoa reage de uma forma. Muitas vezes uma cirurgia demora até seis meses para chegar ao resultado final, onde todo o edema causado pela cirurgia já desapareceu, porém esse tempo depende muito da individualidade de cada um. Atualmente esses procedimentos oferecem excelentes resultados, porém exigem sim uma recuperação mais delicada como manter a cabeça sempre elevada. Uma sensação de cansaço é normal neste período, especialmente devido aos medicamentos usados na anestesia. Portanto, é importante descansar adequadamente e alimentar-se bem. O inchaço e o aparecimento de manchas roxas chamadas equimoses também são normais após a cirurgia e tendem a se concentrar na região da mandíbula e ao redor dos olhos e orelhas. O resultado é uma leve distorção na aparência da face e uma sensação de rigidez no local. Isto ocorre graças à grande vascularização da região e não significa que algo de errado aconteceu durante a cirurgia. A aplicação de compressas geladas no rosto e nos olhos durante os primeiros sete dias pode ajudar a acelerar o processo de reabsorção da maioria do inchaço, que normalmente ocorre em duas ou três semanas. Há outros cuidados que também são importantes após uma cirurgia no rosto, como a proteção contra os raios solares, que é fundamental durante o pós-operatório visando maximizar a qualidade das cicatrizes, acelerar a reabsorção do inchaço e evitar manchas na pele. Portanto, a utilização de filtro solar, chapéu, óculos de sol e lenços deve ser rotineira durante os primeiros meses. A aplicação de hidratantes e maquiagem é permitida após 3 dias quando na pálpebra e 14 dias no restante do corpo. Os pontos normalmente são removidos após esse período. Em caso de associação com a blefaroplastia os pontos das pálpebras costumam ser retirados em 3 a 5 dias.
Os tecidos internos precisam de um tempo para sua acomodação e cicatrização interna e o organismo precisa reabsorver todo o edema causado pela cirurgia. Na maioria dos pacientes, a reabsorção total do inchaço e acomodação final dos tecidos costuma ocorrer após 3 a 6 meses. Portanto, a apreciação do contorno final e do resultado da cirurgia só é possível após este período. Diversas fases evolutivas são características como edema, manchas roxas de infiltrado sanguíneo (hematomas e equimoses), hipersensibilidade e até mesmo áreas de insensibilidade. O organismo se encarrega de eliminar essas reações, porém alguns procedimentos podem acelerar essa involução. Uma delas é a drenagem linfática pós-operatória.
Indicação: pós-operatório de cirurgias faciais.

 

CLAREAMENTO DE OLHEIRAS COM CARBOXITERAPIA E DLMF

Carboxiterapia

A olheira é causa do desconforto de muitas mulheres que não abrem mão do corretivo antes de sair de casa. Seja com bolsas, coloração escura, flacidez, rugas ou sulcos, o problema geralmente confere aspecto cansado ao visual. Existem tratamentos eficazes, seja em clínica médica dermatológica ou em casa para garantir um rosto mais luminoso.
Boa parte dos casos é de origem genética e familiar. Outros são resultados de fatores adquiridos ao longo da vida.
São de vários tipos: bolsas, pigmentadas, sulcos profundos, flacidez e rugas.
– rugas, flacidez e bolsas: ao longo dos anos é comum que a pele da pálpebra se torne flácida evoluindo com rugas associadas a flacidez da musculatura da pálpebra. Assim, as bolsas de gordura – que em condições normais se posicionam sob o globo ocular – perdem a sua sustentação e se deslizam através da pálpebra inferior.
– pigmentação: pessoas com pele morena ou ainda aqueles que possuam alergia respiratória severa costumam apresentar escurecimento da pele da pálpebra. Noites mal dormidas pioraram este efeito.
– sulcos profundos: o aspecto de olheiras fundas, em geral, é genético, mas pode surgir ou agravar com a redução de gordura da região malar, responsável pela sustentação do sulco lacrimal. O emagrecimento excessivo e insônia pioram ainda mais o visual.
Apesar das diferenças entre os tipos de olheira, alguns cuidados básicos podem ser usados por todos: cremes antirrugas adequados com produtos hidratantes previnem o aspecto opaco e enrugado da pele.
– cuidados para olheiras com rugas e flacidez: para resultados mais intensos, a aplicação de laser de CO2 ou peelings químicos renovam e estimulam o colágeno local, reduzindo as rugas e a flacidez.
– olheiras com bolsas: o melhor tratamento é o cirúrgico.
– olheiras pigmentadas: o uso de cremes para este tipo de pele auxilia no clareamento local de olheiras escuras. Para casos mais resistentes, indica-se o peeling químico, laser ou luz intensa pulsada. Manter o sono regular e realizar o tratamento da rinite alérgica ou qualquer outra causa de congestão nasal também previne a piora do escurecimento da região.
– olheiras com sulcos profundos: o único tratamento é com preenchimento de ácido hialurônico.
A drenagem linfática para eliminar as bolsas, máscaras de argila e cremes específicos para a área dos olhos também auxiliam na prevenção e manutenção pós – tratamento.

Indicação: olheiras, bolsas, aspecto cansado.

 

CLAREAMENTO DA PELE VULCANICE COSMOBEAUTY

Tratamento anti manchas da pele com Vulcanize em BH

Clareamento completo por controlar o desenvolvimento, aprofundamento e distribuição do pigmento – clareador facial através do controle nas diversas etapas da síntese melânica (da síntese à distribuição).
O melasma é um tipo de mancha amarronzada que surge em áreas expostas ao sol, principalmente na face. As manchas faciais são derivadas de alterações da quantidade de melanina na pele facial. Os melanócitos, células cutâneas responsáveis pela produção de melanina, substância que dá cor à pele, trabalham exageradamente sob estímulos diversos, produzindo melanina em excesso e levando ao escurecimento localizado.
Esse pigmento em excesso pode se localizar:
– na epiderme (camada mais superficial da pele) – melasma epidérmico.
– na derme (camada mais profunda) – melasma dérmico.
– em ambas – melasma misto.
Essa classificação quanto à profundidade auxilia o médico quanto ao tratamento, pois quanto mais profundo mais difícil de resolve-lo.
Existem padrões específicos quanto à localização:
– centro facial: testa, bochechas, nariz, lábio superior e queixo.
– mandibular: ao redor das mandíbulas.
Áreas como pescoço, colo e braços também podem ser acometidas.
Quanto à cor podendo ser classificadas de duas formas:
– hipercrômicos: manchas mais escuras que a cor da pele.
– hipocrômicos: as manchas mais claras.
Homens também podem apresentar melasma, porém é bem menos comum. Ocorre com mais frequência em mulheres, especialmente nas de pele mais morena.
A causa exata do melasma não é conhecida mas há muitos fatores que podem aumentar o risco de se desenvolve-lo. Uma das causas mais frequentes é a exposição solar sem o devido uso de protetor. Outros fatores são gravidez, alterações hormonais (pílula, DIU hormonal, TRH, patologias da tireoide) e marcas de acne.
Apesar de não trazer consequências ao organismo, o melasma pode trazer consequências devastadoras sob o ponto de vista emocional e psicológico.
É possível clarear o melasma em quase todos os casos, mas é preciso proteção solar adequada (os portadores de melasma escurecem suas manchas com um mínimo de sol ou calor). Daí a importância do uso de chapéus ou outros tipos de proteção. Se possível eliminar as causas como o uso de hormônios.
As substâncias usadas no tratamento agem inibindo etapas de reações químicas para a produção de melanina dentro do melanócito como a hidroquinona, ácido retinóico e ácido azelaico dificultando a formação de novo pigmento. Esse tratamento chamado peeling pode ser realizado com o médico ou em casa, geralmente associados a microdermoabrasão (peeling físico – cristal ou diamante), LIP e laser.

Indicação: Clareamento da pele e prevenção de recidiva de manchas, proteção de danos fotoinduzidos e contra processos inflamatórios, renovação celular – tratamento de hipercromias pós inflamatórias ou melasmas, cloasmas gravídicos, efélides e lentigos senis.

Ação: proteção do DNA celular contra processos de processos inflamatórios, inibição da síntese exacerbada de melanina através da inibição do MITF, da tirosinase e do hormônio estimulador de melanócito, inibição da dentritogênese (responsável pelo aprofundamento e espalhamento da mancha), auxílio na descamação e renovação cutânea

 

13- PEELINGS QUÍMICOS E LED

Descrição: peeling corresponde a um “resurfacing cutâneo”. O peeling químico é um processo de esfoliação acelerada da pele induzido pelo uso de uma substância química.
Forma acelerada de esfoliação induzida or diversos agentes, resultando na distribuição controlada de porções da epiderme ou derme com subsequente regeneração tecidual.

Classificação:
1- Físicos: esfoiação, lixamento da pele de forma mecânica. Com uso de dermoabrasor ou laser.
2- Enzimáticos: enzimas originárias de frutas para realizar uma esfoliação extremamente superficial.
3- Químicos: uso de ácidos para descamar e esfoliar a pele. Usa-se ativo ou combinação de ativos mais adequados para cada caso., com graus variados de esfoliação.
• Muito superficiais: lesão a nível de extrato córneo (alfa-hidroxiácidos de baixa potencia, beta-hidroxiácidos, ATA 10 a 20%).
• Superficiais: lesão de toda a epiderme (ácido glicólico 70%, solução de Jessner, ATA 20 a 30%.
• Médios: lesão a nível da derme reticular superficial (ácido glicólico 70%, ATA 35 a 45%, solução de Jessner + ATA 35%, CO2 sólido + ATA).
• Profundos: lesão a nível de derme reticular média (fenol 88%).

Ação: estimulação do crescimento dérmico através da remoção do estrato córneo, produção de um novo tecido dérmico removendo as camadas da pele danificada, estimulação da síntese de novo colágeno após indução da reação inflamatória local.
Três mecanismos:
1- Estimulam o crecimento da epiderme induzido pela remoção do extrato córneo.
2- Destroem camadas específicas da pele danificada com subsequente regeneração e renovação celular.
3- Promovem indução da reação inflamatória tecidual profunda, cujos mediadores induzem à produção de um novo colágeno.

Indicação: depende da patologia ou condições da pele:
– remoção de células mortas: esfoliação (elimina a camada córnea e a epiderme superficial).
– acne e rugas superficiais: peeling superficial (elimina a epiderme parcial ou totalmente, até a camada de células basais ou junção dermo-epidérmica). Do tipo:
* cosméticos: ácido retinóico (melasma) e ácido glicólico em baixas concentrações (idosos e alisamento da pele)
* terapêuticos: ácido glicólico a70% pH 0,5, ATA 20 a 25%, resorcina
– melasmas profundos, altrações epidérmicas pigmentares, rugas, fotoenvelhecimento: peeling médio (atinge os tecidos até o nível da derme) – ácido pirúvico, ATA 30 a 35% ou os peelings combinados
– resurfacing, neoplasias superficiais, anomalias pigmentares: peeling profundo (atinge a derme papilar) – fenol.

Substâncias utilizadas:
• Ácido salicílico: somente para acne.
• Ácido Retinóico: melasma e fotoenvelhecimento, baixa penetração.
• Solução de Jessner (salicílico + lático + resorcina): aplicar 3 camadas e observar eritema ou flust (branco – aprofundamento do peeling ) > neutralizar com bicarbonato.
• Resorcina:
• ATA: ceratose actínica.
• Ácido Glicólico (alfa-hidroxi-ácidos): o pode ser combinado (potencializador e alta penetração), até fototipo III, tirar rapidamente.

Fatores que determinam a profundidade:
• Característica do produto: capacidade de penetração, capacidade de coagulação (flust), concentração do produto.
• Modo de uso: frequência da aplicação, número de aplicações sobre a mesma área, tempo de exposição à substância, pressão e fricção durante o procedimento, tipos de aplicadores.
• Aumento da ação por diminuição da barreira: preparo da pele antes do peeling, peelings anteriores rcentes, uso de isotretinoína oral (após 3 meses da interrupção), desengorduramento da pele
• Fatores da pele: tipo de lesão pré-existente, espessura, localização facial ou não facial, sexo (maior oleosidade nos homens), fototipo, número de unidades pilossebáceas.
• Localização: face, pescoço (não tem unidade pilossebácea), MS.

Duração: dependente da substância utilizada – 5 minutos no glicólico e 6 a 8 horas no retinóico

Sala: consultório médico ou sala de procedimentos

Profissional: 1 (médico)

Produtos:
• 1 Máscara
• 2 Toucas
• 1 Luva
• 1 Pincel Específico para Aplicação
• 3 Gazes
• 2 ml Licor de Hoffman
• 5 gr ou 5 ml Produto Peeling a Escolher
• Aparelho de LED

Peridiocidade: a cada 30 dias – retinóico pode ser com 15 dias

Plano de Tratamento: dependendo da patologia, do tipo de pele e sua evolução.

Técnica:
• PREPARO NO PRÉ-PEELING:
Uso de despigmentantes: hidroquinona (não usar nas hipercromias), ácido retinóico, ácido glicólico
Fórmula de Kligman: tretinoína 0,05% + hidroquinona 2,5% + dexametasona 0,05% + etanol e propilenoglicol ãã qsp ou creme não iônico qsp
Desonida: em dias alternados.
Observação: no caso de não preparar, fazer microdermoabrasão.
Objetivos:
1- Reduzir o tempo de cicatrização da lesão.
2- Permitir a penetração mais uniforme do agente químico.
3- Testar possibilidade de alergias e tolerância dos produtos.
4- Diminuir risco de hiperpigmentação pós-inflamatória.
5- Determinar tipo de paciente e adesão ao tratamento.
6- Melhoria dos resultados.
Tempo: pelo menos 15 dias antes.
• CUIDADOS NO PÓS-PEELING: evitar hipepigmentação mantendo despigmentante, evitar hipopigmentação não aprofundando o peeling, controlar o eritema usando corticoide.
• COMPLICAÇÕES PÓS PEELING:
– cicatrizes hipertróficas: não aprofundar o peeling nas áreas de menos unidades pilossebáceas.
– infecção herpética anterior: panciclovir 125 mg ou aciclovir 200 mg 1 dia antes, no dia e 1 dia depois.
– infecção bacteriana: antibióticos preventivos (somente nos profundos).
– prurido: anti-histamínico.
– milium: remoção
– telangiectasias: evitar uso prolongado de ácidos retinóicos, exposição solar e corticoide.
• PÓS PEELING IMEDIATO:
1- Máscara calmante: cloridrato de nafazolina 1% + sulfato de zinco 2% + máscara base gelificante qsp.
2- Corticóide de baixa potência: Desonida 0,05%.
3- Pele Seca: extrato de aloe vera ou ácido hialurônico 2% + drieline 1% + pomada qsp 30 gr.
4- Pele Oleosa: ácido fítico 2% + acetato de clobetasol 0,5% + sulfato de neomicina 0,5% + extrato de camomila 3% + alfa bisabolol 0,5% + água destilada qsp 100 ml.
5- Sabonete: extrato de aloe vera 4% + extrato de camomila 3% + extrato de calêndula 3% + ácido glicirrízico 0,1% + leite de limpeza qsp 30 ml.
6- Orientações: usar despigmentante ou esfoliante nos intervalos dos peelings, se necessário corticóde de baixa potência, fotoproteção sempre.
7- Fluido Regenerdor Hidraloe: ácido glicirrízico 0,2% + azuleno 0,03% + D-pantenol 1% + óleo d prímula 3% + loção hidratante qsp 30 ml.
8- Hidratante pele sensível: Vitamina E 0,05% + D pantenol 1% + óleo de oliva 3% + alfa bisabolol 1% + creme olivem ou base aristoflex qsp 30 gr.
9- Loção Peel Sensibilizante: extrato de arnica 5% + hidrocortisona 0,1% + loção hidratante qsp 60 ml (aplicar várias vezes ao dia quando ocorrer hipersensibilidade e e casos mais graves).
10- Loção Peel Hidratante: Aloe Vera 5% + Ceramidas 2% + Glycofilm 5% + Aquassome AE 1% + Gel 10% + Creme qsp 30 gr (aplicar levemente no rosto após limpeza pela manhã e à noite).

• PEELINGS QUÍMICOS CLÁSSICOS: AGENTES ESFOLIANTES

Ácido Retinóico:
Fórmula: solução alcoólica de ácido retinóico a 4% ou 8% (1 a 15%).
Ação: diminui coesão dos ceratinócitos, estimula a proliferação das células epiteliais foliculares, altera a produção de mucina e a composição de queratina, induz alterações vasculares, diminui atividade dos melanócitos, estimula síntese de colágeno.
Indicação: fotoenvelhecimento e preventivo da hiperpigmentação pós-inflamatória, coadjuvante no tratamento da acne, melasma.

MICROAGULHAMENTO FACIAL – DRUG DELIVERY E LED

Com o passar dos anos o organismo vai perdendo a capacidade de produção e manutenção de uma das principais moléculas que compõem a pele, o colágeno. Ele é responsável principalmente pela firmeza e sustentação deste tecido e a sua diminuição resultará numa pele com maior flacidez, menor viço e brilho e com maior susceptibilidade à formação de rugas e linhas de expressão. Portanto, estimular a formação de novo colágeno é uma das ferramentas para prolongar a jovialidade e retardar os sinais do envelhecimento cutâneo.

O microagulhamento ou a indução percutânea de colágeno (IPCA) é realizado através de dispositivos compostos por pequenas agulhas (em média 200 agulhas) que causam microperfurações na pele responsáveis pela indução de um processo inflamatório local, capaz de estimular os fibroblastos,células responsáveis pela produção de colágeno. A técnica consiste no rolamento do cilindro com as microagulhas conhecido como Dermaroller sobre a pele permitindo a abertura de microcanais que serão importantes para o estímulo da produção de colágeno e revitalização cutânea. Não há destruição da epiderme pois não há lesão de continuidade (menor o efeito rebote). Além disso, através das pequenas perfurações causadas, é possível a redução da pigmentação de manchas, especialmente do melasma, redução de cicatrizes de acne, rejuvenescimento, e facilitação da permeação de cosmocêuticos e seus ativos aumentando a sua eficácia (Drug Delivery).

Aplicado no rosto, colo e corpo (tratamento de estrias). É um tratamento seguro não necessitando de preparo prévio. A sessão dura cerca de 1 hora, com 4 a 6 sessões no mês, a cada 30 dias. A técnica é minimamente invasiva e o roller descartável. Haverá um sangramento local, que cessa em seguida, quando será aplicado o produto desejado. Logo após o procedimento a pele pode ficar avermelhada e com leve inchaço mas no dia seguinte esse aspecto diminui e dois dias depois a pele já está com aparência normal. Seu efeito aparecerá já nos dias seguintes ao procedimento e ficará cada vez mais evidente após algumas sessões (4 a 6 sessões).um processo

Glicação: o açúcar fixa-se nas fibras de colágeno e elastina, tornando-as rígidas e danificando-as, com perda da elasticidade da pele e aparecimento de rugas.

Oxidação: stress, RUV, poluição, etc desencadeiam um processo de desestabilização molecular liberando RL, levando a dano celular com menor capacidade de regeneração.

Estriação: mudanças das estruturas que suportam a força tensil e a elasticidade (colágeno e elastinas) geram afinamento do tecido conjuntivo (derme) que aliado a maiores tensões sobre a pele produz estriações cutâneas. Ao principais fatores são: genéticos, gravidez, hormonais (estrógenos e progesterona fragilizam as fibras elásticas), corticoides, aumento de peso, crescimento acelerado na puberdade, musculação, hipertrofia.

Indicação: pode ser realizado em qualquer pessoa a partir dos 18 anos de idade desde que haja indicação – Rejuvenescimento, atenuação de rugas finas, flacidez, estrias, alopecia, clareamento e uniformização da pele, cicatrizes, celulite, rosácea, melasma
Neocolagênese – formação de tecido novo através da estimulação de fibroblastos em função dos milhares de canais microscópicos criados na pele.

15- MICROAGULHAMENTO CAPILAR –
DRUG DELIVERY E LED

Alopécia é a diminuição excessiva de pelos. É uma doença caracterizada pela rápida e repentina perda de cabelos do couro cabeludo ou de qualquer outra região do corpo. Nesta doença, o cabelo cai em grandes quantidades em determinadas áreas, proporcionando a visualização do couro cabeludo ou da pele que antes era coberta por cabelos ou pelos corporais. Ela possui diversas causas e, consequentemente, diversas formas de tratamento.
O eflúvio é a principal causa de procura ao médico. É o despendimento normal do fio e a melhora é independente de tratamento.
A unidade pilossebácea se constitui do folículo piloso, pelo, glândula sebácea e músculo eretor.
O folículo piloso aresenta o infundíbulo (entre o óstio e o ponto de inserção da glândula sebácea), o acrotríneo (porção intraepidérmica do folículo), istmo ( entre a glâdula sebácea e a inserção do músculo eretor do pelo), segmento inferior (abaixo do músculo eretor).
Características do pelo: resistente, flexível, elástico, composto principalmente de queratina, não cresce continuamente, 0,3 mm/dia.
Couro cabeludo: 100.000 a 150.000 fios.
Queda normal: 60 a 100 fios/dia.
Estímulo dos pelos: testosterona, receptores androgênicos nos folículos e 5-alfa-redutase (transforma a testosterona em diidrotestosterona – miniaturização do pelo, redução e converção em pelo velus.)
Ciclos: fases:
– anágena: crescimento, duração de 2 a 5 anos.
– catágena: retração, duração de 3 semanas.
– telógena: repouso, duração de 3 meses.
Classificação:
Cicatriciais: geralmente pós processos inflamatórios.
Não cicatriciais:
• Alopécia Areata: couro cabeludo, barba, sobrancelha, tronco – auto-imune, genética e fatores emocionais.Tratamento: corticoides, minoxidil, antralina, imunoterapia, fotoquimioterapia, imunoestimuladores.
• Eflúvio Telógeno: convalescência, pós-parto.uso de ACO, regime, deficiência de minerais, estresse. Ocorre 2 a 4 meses após o estímulo. Prova de tração: maior que 5 fios.
• Eflúvio Anágeno: após grande agressão, QT, RT
• Alopécia Androgenética: homens e mulheres.

16- INTRADERMOTERAPIA FACIAL COM LED

Descrição: É a administração loco reginal por via intradérmica de pequenas quantidades de medicamentos alopáticos e homeopáticos, escolhidos por seus efeitos fármaco dinâmicos sobre um órgão alvo que esteja próimo ao local da injeção, com intervalo de tempo maior que os pelas vias convencionis.
Usado há mais de 3000 anos por Hipócrates. Mas só em 1064 foi criada a Sociedade Francesa de Mesoterapia e em 1993 a Brasileira de Mesoterapia.
É uma ténica de administração de medicamentos, via intradem dosagens muito baixas.
Indicação: flacidez, rugas, rejuvenescimento, melasma, alopecia, estrias, celulite e gordura ocalizada.

Ação: a finalidade é obter efeito farmacológico e efeito estimulante físico (picadas), úteis no tratamento de várias patologias.
Efeito da punctura: promove estímulo no sistema neuroendócrino, liberando vários neurotransmissores:
– encefalina: responsável pela modulação da dor, promovenso efeito anestésico.
– b-endorfina: responsável pela ação lipolítica e aumento da imunidade (aumneo da concentração de linfócitos T), liberado também nos exercícios físicos.
– substância P: undecapeptídeo envolvido nas respostas inflamatórias e liberado mediante uma irritação tecisual. Promove vasodilatação, eritemas, liberação de ânion superóxido, liberação de células inflamatórias e finalmente estímulo à produção de colágeno e elastina (recuperação tecidual).
– proteína relacionada ao gene da calcitonina: neuropeptídeo com ações semelhantes à substância P.

 

INTRADERMOTERAPIA CAPILAR COM LED

Descrição: É a administração loco reginal por via intradérmica de pequenas quantidades de medicamentos alopáticos e homeopáticos, escolhidos por seus efeitos fármaco dinâmicos sobre um órgão alvo que esteja próimo ao local da injeção, com intervalo de tempo maior que os pelas vias convencionis.
Usado há mais de 3000 anos por Hipócrates. Mas só em 1064 foi criada a Sociedade Francesa de Mesoterapia e em 1993 a Brasileira de Mesoterapia.
É uma ténica de administração de medicamentos, via intradem dosagens muito baixas.
Micel Pistor: 2 componentes importantes:
3- A ação da punctura.
4- Ação do produto e da droga
Interface Meso de Kaplan: representa a superfície de contato entre o leito a ser tratado ea técnica e os produtos a serem empregados. Quanto maior a quantidade de puncturas e menor o volume injetado em cada local, maior será a áres de tratamento.
3 puncturas – 0,33 vol/ponto – 2,3 cm²
5 puncturas – 0,20 vol/ponto – 2,8 cm²
10 puncturas – 0,10 vol/ponto – 10 cm²
100 puncturas – 0,01vol/ponto – 22,4 cm²
150 puncturas – 0,006 vol/ponto – 25,7 cm²
200 puncturas – 0,005 vol/ponto – 28,2 cm²

Indicação: flacidez, rugas, rejuvenescimento, melasma, alopecia, estrias, celulite e gordura ocalizada.

Efeitos colaterais: dor, (maior no pré e pós menstrual, pontos mais dolorosos: mãos, pés e joelhos, pH ideal perto de 7,4, eritema, reações vagais, epigastralgia, lesões mecânicas, hematomas, necrose cutânea, cólicas biliares, adenopatia inguinal, choque anafilático.

Ação: a finalidade é obter efeito farmacológico e efeito estimulante físico (picadas), úteis no tratamento de várias patologias.
Efeito da punctura: promove estímulo no sistema neuroendócrino, liberando vários neurotransmissores:
– encefalina: responsável pela modulação da dor, promovenso efeito anestésico.
– b-endorfina: responsável pela ação lipolítica e aumento da imunidade (aumneo da concentração de linfócitos T), liberado também nos exercícios físicos.
– substância P: undecapeptídeo envolvido nas respostas inflamatórias e liberado mediante uma irritação tecisual. Promove vasodilatação, eritemas, liberação de ânion superóxido, liberação de células inflamatórias e finalmente estímulo à produção de colágeno e elastina (recuperação tecidual).
– proteína relacionada ao gene da calcitonina: neuropeptídeo com ações semelhantes à substância P.

Duração: 30 mnutos cada sessão.

 

18- SKINBOOSTER
**ATENDIMENTO MÉDICO**

Descrição: técnica em que se injeta um produto patenteado com a finalidade de hidratação. Técnica de estabilização que assegura que os crosslinks naturaid de AH sejam mantidos. Assim é necessária a introdução de um número pequeno de ligações cruzadas sintéticas. São modificações mínimas que resultam em um produto com longa permanência no tercido e elevada similaridade ao AH natural. O AH isolado não possue ligações, portanto tem menor duração. Porém essas ligações cruzadas apresentam maior possibilidade de alergias e edemas.
AH estabilizado, restaurador do equilíbrio hídrico, melhoria da qualidade da pele.

Produto: a base de gel NASH (são vários os tipos de Restylane, como opara dar volume – Restylane Perlane)
• Restylane Vital: 20 mg/ml – gel fluido – peles maduras e fotoenvelhecidas – não aplicar nos olhos (pápulas) – fazer mais profundamente principalmente quando a pele for fina.
• Restylane Vital Light: 12 mg/ml – menos viscoso e mais fluido – faz um pouco de volume – peles jovens, menos fotoenvelhecidas, áreas de pele fina e delicada, pescoço, colo mãos, regiãom peri-oral ou periocular.

Espessuras das camadas da pele: usar agulha de mesoterapia
• Epiderme: 0,15 a 0,5 mm.
• Derme: 1 a 3 mm.

Ação: melhora o turgor, rugosidade, elasticidade e espessura da pele (hidrobalance) – reposição do AH perdido.

Indicação: tratamento e rejuvenescimento facial (face: pele reticulada, área periorbital: sorriso extenso, área perioral: tirar código de barra, pescoço: levantar, colo: ruga do travesseito, mãos: rejuvenescimento – se muito intenso, usar o Radien) – rejuvenescimento do umbigo: vital ou sculptra; rejuvenescimento doa lábios, cicatrizes de acne (Vital), joelho, antebraço, parte interna do braço.
Mulheres entre 35 a 75anos, prevenção e tratamento da pele fotodanificada, combinar com outros tratamentos estéticos para resultados mais rápidos.
Para homens que são mais resistentes a tratamentos estéticos.

 

 

19- SCULPTRA

Produto: Ácido L-Polilático (“plástica sem cortes”), 367,5 mg/ml.

Descrição: o envelhecimento provoca várias alterações faciais tais como perda de sustentação e formação de sulco nasogeniano, reabsorção óssea, rugas e afinamento da derme.
Em 1999 o APL já era utilizado, mas foi aprovado pelo FDA em 2004 e pela Anvisa em 2005. Em 2013 foi apresentado o primeiro trabalho no Brasil.
Consiste em microesferas de ácido poilático (polímero do ácido lático) com 40 a 60Mm de diâsmetro. Cada partícula tem tamanho maior que 140.000 Daltons. A irregularidade na forma do ALLP e alto peso molecular contribuem para a lenta absorção do Sculptra. Cada frasco vem com liófilo e deve ser reconstituído a partir de 5 ml (atualmente 8 ml) de água bidestilada (menor ação irritativa que o SF) podendo a diluição ser mais fluida.
Tem se utilizado até 20 mll como uso corporal. A realização da-se a cada 3 anos, com efeito a partir de 6 meses a 1 ano. Atualmente, maio de 2017, cada sessão custa 1200,00.

Indicação: correção de rugas, sulcos e flacidez facial, rejuvenescimento global da face, rejuvenescimento de pescoço e colo, espessamento facial da pele, correção do contorno facial, flacidez dérmica de braços, glúteos, face interna das coxas e abdômen.
Paciente para Sculptra:
• Pacientes com lipoatrofia fcial em qualquer estágio.
• Sulcos nasogenianos.
• Rugas de moderadas a profundas.
• Deficiências de contorno.
• Flacidez nas mais diversas áreas, especialmente glúteos, abdômen e braços (associada ou não a celulite).
• Faces envelhecidas e pele afinada.

Ação:
• Proliferação e aumento da capacidade migratória de fibroblastos e fibrócitos, especialmente os fibroblastos relacionados a rugas
• Produção de colágeno principalmente tipo I.
• Diminuiçãona produção de lactatos – provocam danos à função mitocondrial relacionada à síntese de colágeno.
• Espessamento da derme: se deve a um processo de reação do tipo corpo estranho desencadeando uma inflamação subclínica e posterior fibroplastia e à produção de rocolágeno com consequente formação de tramas mais densas de colágeno pelos fibroblastos normais.

 

20- TOXINA BUTOLÍNICA:
**ATENDIMENTO MÉDICO**

Descrição: complexo proteico obtido laboratorialmentepa rtir da cultura do Clostridium botulinium (Bacilus botulinium). Substância cristalina, estável, liofilizada em albumina humana, apresentada em frasco a vácuo para ser utilizada diluída em solução salina (soro fisiológico).
O botulismo foi decrito em 1817 relacionado à alimentação.
Essa bactéria é anaeróbia e seus esporos encontram-se no solo. Quando em meio próprio, cescem em forma de hastes. Produz 8 neurotoxinas (A, B, C1, C2, D, E F e G). Esta classificação é de acordo com seu alvo celular, potência e duração de ação. Destas a mais potente é a A e comercialmente dispõe-se de A e B (no Brasil apenas a tipo A).
A doença nos humanos é provocada pelos tipos A, B e E e raramente pelos tipos tipos F e G.
Passou a ser desenvolvido, juntamente com o Antrax na Segunda Guerra Mundial e em 1946 foi isolada a TB-A em sua forma pura. Em 1980 foi usado pela 1ª vez para tratamento, em pacientes com estrabismo e espasmos faciais. Em 1984 foi aprovado seu uso terapêutico. Em 1997 houve redução de 80% da carga proteica, reduzindo as reações alérgicas. Em 2000 foi aprovado pela FDA para tratamento de rugas faciais e hiperhidrose.
Hoje é o procedimento estético mais realizado no mundo.

Características ideais:
• Ser eficaz quanto à capacidade de relaxamento muscular.
• Não apresentar efeitoas colaterais e sistêmicos.
• Ter capacidade de difusão conhecida e controlável.
• Efeitos duradouros.
• Menor poder antigênico possível.
• Baixo custo.

 

 

 

PREENCHIMENTO

Descrição: o reconhecimento da perda de volume como parte do envelhecimento facial tem levado a um crescente interesse sobre preenchedores cutâneos.
Durante o envelhecimento ocorre alongamento do 1/3 superior, encurtamento do 1/3 médio e inferior. Acontece em todos os planos e a reabsorção da gordura se inicia após os 25 anos e dos contornos a partir dos 50 anos.
O preenchimento se tornou umas das técnicas de maior interesse por parte médica e dos pacientes, também pela sua fácil execução e bons resultados.

EPILAÇÃO A LASER FACIAL

• Luz: radiação eletromagnética que cobre um amplo espectro de comprimentos de onda e quando absorvida em quantidade induz mudanças na pele.
• Ver espectro de luz.
• O laser e a LIP permitem expor a pele de forma controlada permitindo alcançar efeitos desejáveis sem danos indesejáveis.
• Para que ocorra efeito é preciso que haja absorção. A absorção ocorre por uma molécula que tem as características químicas e físicas adequadas para absorver aquele comprimento de onda – cromóforos (cada um tem a capacidade de absorver um comprimento de onda específico). É este perfil que determina qual comprimento de onda será usado.
• Na fotodepilalção o cromóforo usado é a melanina do folículo piloso.
• Teoria da foto-dermólise seletiva: parâmetros pelos quais a luz pode ser utilizada para destruir seletivamente alvos na pele por meio da absorção desta e com confinamento espacial do efeito. Ou seja, o comprimento de onda da luz deve ser absorvido pelo cromóforo alvo e ter penetração para atingir somente este cromóforo.
• A exposição deve ser por um tempo curto o suficiente para não transferir calor para as estruturas adjacentes. A energia por unidade de área (fluência) deve ser Suficiente para exercer o efeito terapêutico desejado mas também que tenha dano colateral mínimo.

 

LUZ INTENSA PULSADA

 

LASER:

 

TRATAMENTO DE ACNE

• Primariamente em adolescentes, 70% homens, multifatorial, tendência hereditária, pleomórfica (comedos, pápulas, pústulas, nódulos, cicatrizes), locais de face, dorso, tórax e ombros.

 

TRATAMENTO PARA MELASMA

• Melanodermia que ocorre em face.
• Hiperpigmentação simétrica caracterizada por manchas irregulares marrons acinzentadas especialmente no rosto da mulher.
• Manchas acastanhadas próprio da região malar, podendo atingir região supra-labial, nasal, masseteriana e mento.
• Quase sempre em mulheres e acima dos 25 anos, após gravidez ou TH, podendo aparecer em homens.
• Aparecimento súbito ou gradual.
• Tendência familiar e exposição solar (recidiva).
• Mecanismo patogênico desconhecido – LH e progesterona podem estar envolvidos.
• Fatores predisponentes:
– gravidez: 50 a 70% das gestantes > estímulo à melanogênese responsável pela pigmentação da linha alba e aréola.
– estrógenos e progestogenos: 8 a 30% em uso de ACO, TRH.
– exposição solar: fator mais mportante – raios UV aumentam atividade dos melanócitos
– Diu mirena (melasma, acne e alopecia).
– disfunções endócrinas.
– fatores genéticos.
– medicamentos (fenitoina).
– deficiências nutricionais.
– disfunção hepática.
• QC:
– cor castanha clara à escura de intensidade variável.
– região malar, nasal, frontal, labial superior e mental.

 

PEELING DE FENOL ATENUADO

• Antigamente usado para tratamento de queimaduras de pólvora. Em 1941, Eller e Wolf fizeram o primeiro uso como peeling e Litton usou como a fórmula de Baker-Gordon
• Um dos melhores ácidos para rejuvenescimento com estimulador de colágeno sem risco de efeitos adversos do fenol mais profundo.

Nossa equipe também atende por WhatsApp!

WhatsApp